domingo, 9 de agosto de 2009

FELIZ DIA DOS PAIS TIO PEDRO

Ser pai é acima de tudo,
não esperar recompensas.
Mas ficar feliz caso e quando cheguem.
É saber fazer o necessário por cima e por dentro da incompreensão.
É aprender a tolerância com os demais e exercitar a dura intolerância (mas compreensão)
com os próprios erros.
Ser pai é aprender errando, a hora de falar e de calar.
É contentar-se em ser reserva, coadjuvante, deixado para depois.
Mas jamais falar no momento preciso.
É ter a coragem de ir adiante.
É viver as fraquezas que depois corrigirá no filho,
fazendo-se forte em nome dele e de tudo o que terá de viver para compreender e enfrentar.
É esperar.
É saber que experiência só adianta para quem a tem, e só se tem vivendo.
Ser pai é saber e calar.
Fazer e guardar.
Dizer e não insistir.
Falar e dizer.
Dosar e controlar-se.
Dirigir sem demonstrar.
Ser pai é ser bom sem ser fraco.
Ser pai é aprender a sufocar a necessidade de afago e compreensão.
Mas ir às lágrimas quando chegam.
É saber ser herói na infância, exemplo na juventude e amizade na idade adulta do filho.
É saber brincar e zangar-se.
O máximo de convivência.
É quem se anula na obra que realizou e sorri, sereno, por tudo haver feito.
Um pai vale mais do que uma centena de professores.

Sem você, Olavo, Heitor, Pedro, Zeca, Mari e Ju não seriam o que são hoje.

FELIZ DIA DOS PAIS TIO PEDRO
Equipe Fã Clube Olavo Cavalheiro

2 comentários:

Pedro disse...

Obrigado Andrew!

"Ser pai é...saber ser herói na infância, exemplo na juventude e amizade na idade adulta do filho."

Que bonito isso!
Meus parabéns ao seu pai que te passou sentimentos tão nobres!

Um abraço,
Pedro, o pai.

Pedro disse...

Em tempo: a montagem fotográfica ficou linda!

Muito obrigado pelo presente!

Pedro, o pai.